quinta-feira, 15 de junho de 2017

Lights Out

Assisti Lights Out (2016) de David F. Sanderberg na HBO On Demand. Vocês sabem como gosto desse gênero e esse é muito bom. Bem realizado, com uma trama interessante. Começa com um homem sendo morto em uma empresa. O pai é interpretado por Billy Burke.

Ele tem um filho e a mãe está muito perturbada. O conselho tutelar liga então para a irmã que começa a ver que o irmão passa o mesmo que aconteceu com ela na adolescência até ela fugir de casa. A mãe é realmente sem noção, culpa a filha de ter saído de casa, não dá a mínima para o filho, está sempre conversando sozinha. A mãe é interpretada pela Maria Bello. O fofo garoto por Gabriel Bateman.

Apesar de toda a resistência de voltar a casa, a irmã aceita ajudar o irmão. Vai junto o namorado dela. A irmã é interpretada por Teresa Palmer e o namorado por Alexander DiPersia. É uma trama bem tensa e interessante e gostei do tema abordar o descaso familiar e irresponsabilidades de alguns pais.

Beijos,
Pedrita

14 comentários:

  1. Não conhecia. Parece misterioso. Gosto de filmes que abordam o descaso familiar e que nem todos estão prontos para assumir a "obrigação" de ter filhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bruxa, tb gosto de filmes que falam de descaso familiar.

      Excluir
  2. Sério que você curtiu tanto? Talvez seja porque gosta muito do gênero, né? Eu particularmente, achei muito ruim, era bem melhor o diretor ter ficado com seu curta - que é bom - e não ter transformado nesse longa que só alonga a ideia e não tem um bom desenvolvimento, fora o fato de não "botar medo" em ninguém.

    http://21thcenturycinema.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cleber, eu amo o gênero. até os fraquinhos. esse é um pouco fraquinho. mas a trama familiar me interessou muito e achei muito bem feito. gostei.

      Excluir
  3. Hello, Pedrita!
    Eu também assisti e gostei. Filmes de terror/suspense é comigo mesma.

    Bejinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, minha parceira de filmes de terror. tb gostei bastante.

      Excluir
  4. Eu gosto de terror/suspense e faz tempo que não assisto um bom filme do gênero. Vou colocar na minha lista.

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pri, esse é bom, mas não é dos melhores. eu gosto de ver todos. até os podrinhos.

      Excluir
  5. Maria Bello trabalhou no seriado ER(maravilhoso) e depois deu uma sumida(para mim).
    Parece um bom filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, eu falo aqui no blog de alguns filmes que ela está. nesse a participação dela é bem pequena.

      Excluir
  6. Não gosto desse gênero, mas o que foi dito sobre o enredo deste filme me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, acho que não gostar. tem um pouco da questão familiar. mas é mais de fantasminha mesmo.

      Excluir
  7. Oláááááá Pedrita
    Esse filme (assisti como "Quando as luzes se apagam") é baseado no curta de 2013 (premiadíssimo)Lights Out do diretor mas o mais interessante é que não é um found footage, é um longa mesmo, não é uma ideia na cabeça e uma câmera na mão rodando e quase se enquadra no terror psicológico.
    Acho que agrada não só os fãs do gênero, mas todo o público em geral!
    O final até é clichê mas a sequência é inteligente.
    A propósito o monstro Diana que só toma forma no escuro (por isso a iluminação é elemento narrativo)é a doença materializada em foro mental.
    É a parte depressiva da mãe. O monstro que assombra a família numa espiral de destruição até o que a gente já espera que vai acontecer.
    Gostei siiiim!
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, mas tb podia ser q a moça se transformou naquilo após o experimento q fizeram nela. mas é interessante tb essa visão da consciência. eu gostei bastante.

      Excluir

Bons comentários!